Os que “não contam” podem ter Razão? Subjetividade política no mundo (neo)colonial e os limites da História

Os que “não contam” podem ter Razão? Subjetividade política no mundo (neo)colonial e os limites da História

Por Michael Neocosmos. Tradução: Grupo de Estudos em Antropologia Crítica (GEAC) As ciências humanas disciplinares como um todo não reconhecem a política para além do domínio do “político”, e controlam cientificamente o pensamento da subjetividade política psicologizando-a (ou “antropologizando-a”) de uma forma similar à prática do discurso colonial. Onde quer que se desenvolvam, elas estão … Continuar a ler

Resistência indígena, camponesa e operária

Resistência indígena, camponesa e operária

Registro audiovisual do encontro ocorrido na terra Indígena Iraí (Kaingang), no norte do Rio Grande do Sul, entre indígenas, sindicalistas, advogados, militantes sem terra, professores, e demais apoiadores. O encontro foi um marco na defesa dos direitos indígenas da região e na construção de uma unidade entre trabalhadores da cidade, do campo e indígenas. * … Continuar a ler

Contra el racismo arqueológico

Contra el racismo arqueológico

En atención y apoyo a la Minga Integral Agustinense y del Macizo Colombiano Pro-Defensa del Patrimonio Ancestral por  el pernicioso tratamiento dado a los colombianos del Macizo por parte del director del Instituto Colombiano de Antropología e Historia (Icanh), decidimos entrar en el debate nacional. Creemos que el debate real que está en el trasfondo … Continuar a ler