Marxismos com antropologias. 2ª oficina virtual do GEAC.

Marxismos com antropologias. 2ª oficina virtual do GEAC.

Articulada com o marxismo, a vocação antropológica se converte em prática de análise e acompanhamento político sistemático das alteridades rebeldes — das invariantes comunistas? — que transbordam e transgridem a pretensão totalitária da produção capitalista e da sua parafernália político-institucional. Falar de marxismos com antropologias é, portanto, re-inscrever a análise crítica e situada da vida … Continuar a ler

“O agora não cabe no Lattes”. Conspirações no IFCH ocupado

“O agora não cabe no Lattes”. Conspirações no IFCH ocupado

As ocupações suspendem o tempo institucional e nos permitem estranhar sua inexorabilidade — “o agora não cabe no Lattes”, dizia a faixa dependurada nos corrimãos do IFCH. Por isso, quando soubemos da ocupação do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas  da UFRGS, fomos correndo propor uma atividade de conspiração neste campus que é agora território de … Continuar a ler

Indisciplinar a universidade, exercer a rebelião – Roda de Conversa com o GEAC

Indisciplinar a universidade, exercer a rebelião – Roda de Conversa com o GEAC

O que sustenta a fronteira disciplinar? Como o extrativismo cognitivo pacifica a nós mesmos e aos outros? A ética ativista pode interromper o ethos liberal da academia? Protagonismo estudantil e devir revolucionário da Universidade. (O relato da roda de conversa já está disponível no blog do GEAC. Para lê-lo, clique aqui) * * * Quando … Continuar a ler

O que podemos fazer? O desafio de sermos novos acadêmicos em universidades neoliberais

O que podemos fazer? O desafio de sermos novos acadêmicos em universidades neoliberais

Por Coletivo de Escrita SIGJ2. Tradução: Paulo Muller A competição acadêmica está arraigada na construção de um certo “racionalismo” (seguidamente “economicista”) corporificado que adotamos ao longo de nossa socialização na academia. Tal competitividade não leva à colaboração ou à busca coletiva por conhecimento e práticas. O que queremos fazer aqui é algo positivo: queremos enfatizar … Continuar a ler

Megaeventos acadêmicos: enquanto um(a) de nós não puder pagar, continuaremos questionando!

Megaeventos acadêmicos: enquanto um(a) de nós não puder pagar, continuaremos questionando!

Por Coletivo Discutindo Megaeventos Acadêmicos Nesta intervenção o coletivo Discutindo Megaeventos Acadêmicos desenvolve alguns resultados dos seus debates recentes. Seu texto sugere que a reivindicação de redução das taxas de inscrição nos congressos científicos origina um debate transversal a partir do qual se torna possível analisar, questionar e discutir o modo pelo qual a academia … Continuar a ler