Autonomía teórica crítica. Productos de una máquina de ideas.

Autonomía teórica crítica. Productos de una máquina de ideas.

En el encuentro “Máquina de ideas: autonomía teórica crítica y movimiento de lo social”, realizado por el Grupo de Estudios en Antropología Crítica (GEAC) en la Universidad Javeriana de Bogotá el pasado 21 de octubre, presentamos nuestra trayectoria de reflexiones y discutimos algunos conceptos desarrollados en recientes actividades de auto-formación. A continuación, ofrecemos el registro … Continuar a ler

GEAC 2017: Antropologia, acontecimento, possíveis, hipótese comunista, teoria social

GEAC 2017: Antropologia, acontecimento, possíveis, hipótese comunista, teoria social

O Grupo de Estudos em Antropologia Crítica já está preparando sua agenda de atividades para 2017, ano em que se festeja o centenário da Revolução de Outubro. Uma oficina virtual do GEAC e um conjunto de textos especiais estão sendo organizados para os próximos meses. Em Outubro de 2017 nos encontraremos em Porto Alegre para discutir … Continuar a ler

Politizar o “não lugar”: os estudantes e a descolonização da RAM

Politizar o “não lugar”: os estudantes e a descolonização da RAM

Por Juliana Mesomo Que a sensação de estar “fora do lugar” seja nosso ponto de partida para a construção de novos espaços de produção do conhecimento, mais democráticos e plurais; mais contra-hegemônicos e combativos. Não se trata de encontrar um “lugar” próprio para os estudantes, conservando intacta a hierarquia, mas de questionar a atual atribuição … Continuar a ler

Gilles Deleuze e Félix Guattari leitores de Marx: a inspiração marxista do conceito de desejo desenvolvido no Anti-Édipo

Gilles Deleuze e Félix Guattari leitores de Marx: a inspiração marxista do conceito de desejo desenvolvido no Anti-Édipo

Ao reencontrar o ser objetivo e ao reestabelecer o processo de produção que define o verdadeiro desejo – o desejo “saudável”, poderíamos dizer – nós reencontramos um sujeito fluido, que pode passar de uma atividade à outra. Um sujeito do qual Marx nos fala seguidamente sob a denominação de “indivíduo total”. * * * Dando … Continuar a ler